"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

domingo, 27 de novembro de 2011

ESCOLA MUNICIPAL DE ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSORA ROSA ATHAYDE

 Equipe do projeto "TECNOLOGIAS DO SÉCULO XX E XXI"




 O construtor naval e suas obras.

 Equipe do projeto "TECNOLOGIA RURAL"





Essa semana fui surpreendida com um convite via e-mail. A direção da EMEF Rosa Athayde do  Município de Augusto Corrêa- Pará, me convocará para ser avaliadora dos projetos de sua feira pedagógica que teve como tema "TECNOLOGIA E SOCIEDADE". Como sou apaixonada por feiras e eventos educacionais, pois sempre aprendemos algo, que podemos utilizar em nossa prática, aperfeiçoando e dando excelência ao ofício por muitos desvalorizado que é o da profissão de PROFESSOR. Chego no ritmo da empolgação dos alunos expositores, e recebo a lista dos projetos que seriam avaliados por mim. Vou até o local e a surpresa com temas relevantes e atuais, a dedicação de professores e alunos, me contagiou mais ainda. O delírio veio ao passar por uma sala e ouvir um professor comentando: "Foi ele que fez". Entrei e vi dois navios de MIRITI uma madeira daqui da região Amazônica, um foi construído ano passado que era a réplica do TITANIC e o outro um transatlântico ultra moderno. Embora não exata a escala foi o que mais me chamou atenção nos detalhes. É foi ele que fez, Luiz Carlos um garoto de 16 anos do. Fez sozinho. Não me contive e chamei Maria Benedita, minha câmera, e registramos a genialidade do garoto. 
Ao entrar em outra sala mais maquetes, com muita dedicação retratando a "TECNOLOGIA NO MEIO RURAL", utilzaram terra, e maquetes também da mesma madeira. Um realismo impressionante dessas crianças. Crianças essas que por 17hs me encantaram e surpreenderam. Parabéns à escola. E aqui talvez fique a pergunta, o blog não é de Biologia? Na verdade "ERA". Apartir desta postagem e por eu estar aberta para novas formas de conhecimento e novas metodologias do meio educacional, anuncio que este blog tratará de diversos outros assuntos deste setor. Lógico desde que a blogueira aqui seja surpreendida e se encante. Até a próxima!

sábado, 19 de novembro de 2011

ANDORINHAS


Tachycineta sp
Quem acompanha este blog, já deve ter percebido que minha cor preferida é azul, até a música que um dia fiz a letra, chama-se AZUL. Sendo admiradora desta cor, não poderia deixar passar em branco a ave desta postagem. É um animal que vive em casais, grupos familiares ou solitária, sempre nos rios, corixos e baías. Voa próximo à água, apanhando insetos em rápidos movimentos de ida e vinda. Pousa nas galhadas parcialmente submersas ou raízes. Essas aves são rigorosamente entomófagas, sendo um dos maiores consumidores de plâncton aéreo, comem cupins, formigas, moscas e até abelhas. As pessoas perguntam por que ando tão sorridente. Claro! Eu vi o passarinho azul. Não só vi como fotografei!
FONTE: Ararajuba

sábado, 12 de novembro de 2011

ILHA DE CANELAS

  
Pescadores, "despescando" os currais, uma prática artesanal de pesca.
 Pôr-do-sol na ilha

 A fauna do lugar, apenas parte dela.
Em minhas últimas três postagens, pode estar parecendo que ando saudosa de minhas câmeras analógicas, por estar colocando aqui minhas fotografias feitas com elas. Nada disso, o que acontece é que resolvi postar essas fotografias também de uma fase muito boa de minha vida, que foi a época em que fiz minha primeira graduação a de Licenciatura em Ciências Biológicas na UFPA Campus de Bragança. Aqui posto minhas viagens à Ilha de Canelas. A ilha de Canelas, ou ilha da Passarada, como é mais conhecida, fica a 5 km de Bragança, no litoral norte do Pará. Localiza-se na costa do município de Bragança que fica a 210 Km de Belém do Pará. É conhecida por ser o maior ninhal de Guarás, o Eudocimus ruber, do mundo, ainda também hospedando maçaricos, gaviões e cinco tipos de garça. Possui praias e mangues, onde localizam-se os ninhais. Atualmente encontra-se deserta, sendo ocupada por pescadores que a utilizam esporadicamente como dormitório. A Lei municipal nº 3.280, de 29 de outubro de 1997, do município de Bragança, tornou a Ilha do Canela uma área de proteção e preservação ambiental permanente. Nas fotos de parte da fauna aquática há moluscos e um cnidário uma anêmona, que não passaram despercebidos pelo meu clic. Se vier visitar a Ilha de Canelas, lembre-se do lema do turista ecológico: "NÃO TIRAR NADA ALÉM DE FOTOS, NÃO DEIXAR NADA ALÉM DE PEGADAS, NÃO MATAR NADA ALÉM DO TEMPO."

sábado, 5 de novembro de 2011

CHIFRUDO


Ainda na faxina feita em minhas gavetas, encontro a foto que foi um dos meus primeiros encantos no curso de Licenciatura em Ciências Biológicas da UFPA- Campus de Bragança  Confesso que não senti nem uma repulsa, mas fui tomada de uma admiração pela morfologia do animal. Os apêndices cefálicos (chifres) são para as disputas entre outros machos pela fêmea. Diversidade maravilhosa que a cada dia me encanta e surpreende incasavelmente a cada vez mais.

COMPARTILHE

EDUCA TUBE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters