"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Translator

domingo, 14 de setembro de 2014

REINO VEGETAL!








Essa semana que passou, começamos a ver o Reino Vegetal, no 7º ano do Ensino Fundamental na EEEFM Padre Luiz Gonzaga Após ter mostrado a eles todos os grupos vegetais a pergunta se fez. Professora vamos fazer alguma aula no jardim? Podemos, foi minha resposta. Não resistindo as súplicas, disse sim. Ao falar sobre as raízes, pedi que trouxessem umas mudas, e assim fizemos uma aula visualizando as partes das raízes e classificando-as. Turma genial faz aula excelente. Vislumbro ter futuramente alguns biólogos oriundos dessa turma, pois o empenho da professora é grande, o interesse deles em minhas aulas é maior.

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

AMÁVEL!


 O botão da flor.
 Desabrochando.
Muito atraente essa planta pertence a família Amaryllidaceae, linda nessas duas cores atrai a atenção de quem a contempla. É uma planta de fácil cultivo, ocorre o ano inteiro, depois do plantio do bulbo na terra, é necessário ter o cuidado de regar e jamais afogar a planta, como fez uma amiga minha. Possui muitas variedades de cor, essa da foto é do jardim da EEEFM Padre Luiz Gonzaga .

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

MIÚDA





Uma mariposa da família Geometridae, que é uma das famílias mais diversas de Lepdopteras, me surpreendeu pelo tamanho e virou alvo de meus clicks. Seu tamanho minúsculo, chamou minha atenção enquanto eu estava em uma fila de banco. O que friso aqui é que apesar desse tamanho, ela já é um individuo adulto. Logo não crescerá mais que isso, já deve ter se reproduzido, contribuindo para a perpetuação de sua espécie. 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

PINHÃO-ROXO





O Pinhão-roxo de nome científico Jatropha gossypiifolia L, abundante nos quintais do estado do Pará. Embora suas folhas e frutos sejam tóxicos, é utilizado na medicina popular no tratamento de gota e reumatismo, além de ser usado também como laxante, cicatrizante de furúnculos. Na indústria também tem sua importância é utilizado o óleo dele para lubrificantes, tintas e sabões.   

domingo, 17 de agosto de 2014

VINAGREIRA


Sempre gostei de seu sabor em um peixe. Mas nunca havia visto a planta originária, até chegar na cidade de Igarapé-Açú, no estado do Pará, quando me deparei com um pé na casa de uma amiga. Fiquei sabendo que tem ação anestésica, digestiva, diurética e vasodilatador. Eis aqui mais uma informação valiosa para quem é adepto da medicina alternativa.

domingo, 10 de agosto de 2014

GALHAS 2








Galhas são deformações no tecido vegetal resultantes do desenvolvimento de organismos que utilizam as plantas para decorrerem com seu ciclo de crescimento, transformação e desenvolvimento. Como conseqüência, a atividade do indutor causa o aumento anormal do número (hiperplasia) e tamanho (hipertrofia) das células (MANI, 1964). Galhas entomógenas são causadas por coleópteros, tisanópteros, hemípteros, homópteros, himenópteros, dípteros e lepidópteros (KRAUS 1997; MAIA & FERNANDES, 2004). No entanto, insetos galhadores são taxonomicamente pouco conhecidos e a maioria das espécies de insetos indutores de galhas são novas para a ciência (GAGNÉ 1994; MAIA 2001). Fonte: Sociedade Brasileira de EcologiaGalhas já foram postadas aqui, mas eram outras, veja clicando aqui. Essas aqui são as que ocorrem em plantas do Manguezal, mais especificamente em Avicennia sp uma árvore adaptada a esse ecossistema, que logo tratarei dela em uma postagem futura.

domingo, 3 de agosto de 2014

BIGUÁ

 



Biguá, o Phalacrocorax brasilianus, é uma ave mergulhadora, que ocorre nas áreas de manguezais. Esses foram fotografados no rio Urumajó em Augusto Corrêa, Pará. Trabalham em conjunto para realizar a captura de peixes, que em poucos minutos lhes rende dezenas deles. As fezes do Biguá são muito ácidas o que afeta as folhas e raízes das árvores e até mesmo o solo. Quando mergulha defeca, e de suas fezes é liberada uma enzima o que ajuda na manutenção da população de peixes. No Japão e China os Biguás são utilizados na pesca, onde cada pescador leva dez amarrados pelo pescoço em uma corda por onde são controlados, técnica chamada UKAI.

domingo, 27 de julho de 2014

PREFERIDA!





Tão linda como todas as criações a Helicopis cupido com seus pingos prateados cintilantes  nas asas, são em unanimidade o que mais a torna admirável. Ocorre nas Guianas até o Sul do Brasil, em locais de bastante arborização e proximidades de rios e lagos. Uma de minhas lepidópteras preferidas. Há alguns anos já havia fotografado uma que pouso em mim em sala de aula, clique aqui e confira.

domingo, 20 de julho de 2014

COTONETE???








A cabeça desse animal muito lembra um cotonete. É um Rhinostomus sp também conhecido como broca da estipe do coqueiro, esse foi avistado na escola em que trabalho EEEFM Padre Luiz Gonzaga um aluno querendo saber mais sobre ele trouxe até a sala onde eu estava. Esse coleoptera da foto é um macho adulto, eles podem dizimar uma plantação inteira de coqueiros.

domingo, 13 de julho de 2014

PRINCESA !

 Entrada de minha casa.
 Caramanchão.






Para quem me visita essa planta encanta, pois sua coloração azul arroxeada impressiona. A planta segundo minha amiga, a botânica Rachel Macedo é uma Fabaceae do gênero Centrosema sp. Originária da América do Sul ganhei a vagem de uma amiga de Igarapé-Açu, Pará. Deixei secar tirei as sementes e plantei.As flores atraem bastante lepidópteras, coleópteras e colibris. Em algumas regiões do país é uitlizada também como alimentação de gado, conhecida como Feijão-Bravo ou Princesa. Para mim com certeza é a princesa de meu jardim. 

COMPARTILHE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters