"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

sábado, 19 de setembro de 2009

BORBOLETAS OU MARIPOSAS !





Mexendo em meus arquivos digitais, encontrei essas fotos. São de alguns passeios e cursos meus pelas redondezas. Como sempre bem acompanhada de uma câmera, não perco a oportunidade e estou lá capturando o momento ou até mesmo o animal para a coleção da UFPA- Campus de Bragança.


Como distinguir entre as borboletas e mariposas ?

BORBOLETAS

MARIPOSAS

Antenas

LONGAS DE APARÊNCIA LISA

CURTAS, GROSSAS E PELUDA

Corpo

DELGADO

ATARRACADO

Asas

EM REPOUSO PARA CIMA

EM REPOUSO RENTE AO CORPO

Hábitos

DIUTURNAS

NOTURNA

Velocidade de vôo

ATÉ 20 km/h

ATÉ 40 km/h

O ciclo de vida das borboletas engloba as seguintes etapas:

Nas fotos acima somente a azul foi fotografada morta. Segundo J. R. Araújo "Além de ser um animal notável, pela beleza e elegância, as borboletas diurnas são muito importantes como bioindicadores. São fáceis de serem monitoradas nas suas diferentes e bem definidas fases vitais. As borboletas são por demais sensíveis às mudanças negativas em qualquer dos fatores ambientais dos quais dependam. Alimentam-se de plantas específicas e uma abundância de borboletas de diferentes espécies em uma área ou região indica existir grande diversidade de plantas neste ecossistema, Uma brusca mudança ambiental afeta quase que de imediato esses animais e o desenvolvimento regular de toda uma população de borboletas, ao longo dos anos, indica que o meio ambiente está funcionando regularmente nesse período."
Tal afirmação acima confirmo, com a grande quantidade de borboletas no jardim da EEEFM Padre Luiz Gonzaga, onde trabalho, pois na mesma existe grande variedade de flores e pela manhã, por volta das 08:00hs elas estão posando fazendo um balé único, que para mim chega até ser terapêutico para o stress do dia-a-dia.

FONTES:

Bibliografia e sites pesquisados

Borboletas - Livro do Naturalista - Luíz Soledade Otero - FAE, Fundação de Assistência ao Estudante Ministério da Educação, Rio de Janeiro, 1986

http://www.tagis.net - Tagis - Centro de Conservação das Borboletas de Portugal Boletim Tagis tagis - Nº 0 , Março de 2004 A importância das borboletas como bioindicadores"

http://www.abrasp.org.br - Artigo sobre o padrão de vôo das borboletas

http://www.educacaopublica.rj.gov.br - Contém o artigo "Folívoros exemplares: larvas de borboletas" do biólogo Felipe A. P. L. Costa

http://animalplanetbrasil.com

Lista de Borboletas nacionais ameaçadas de extinção no site -

http://www.mma.gov.br/port/sbf/fauna/ordem4l.html



COMPARTILHE

EDUCA TUBE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

MEU CANAL

Loading...

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters