"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

OBRIGADA MEU DEUS !


 Os vencedores do Concurso Educablog 2010
 Eu e a minha eterna tutora do curso de Mídias Profª Aurea Albuquerque
 Com o Profº Cavalcante
 Com o 2º lugar no concurso Profº Mauro Torres
Com os também blogueiros Profº Fabiano e profº Eric Siqueira 
Neste post vou sair da linha a que esse blog se propõem para agradecer à todos que contribuíram para que eu fosse a vencedora do Concurso Educablog 2010, que premia professores, alunos e escola que possuem blog. Agradeço primeiramente à Deus, ao meu irmão Aprigio, as gestoras das escolas em que trabalho pela credibilidade, aos meus alunos pela dedicação, ao povo do TWITTER que sempre fazem RT em minha divulgação do link do blog e claro à amiga Nelma Melo que sempre comenta todas as minhas postagens. Obrigada e fiquem com Deus! 

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

TAMANDUAÍ






A postagem de hoje é um bom exemplo de "QUE FALTA FAZ UMA DIGITAL DE BOA RESOLUÇÃO!" Essa foto foi feita no ano de 2007 quando fui visitar meu, se Deus quiser, futuro orientador do Mestrado, Profº Drº Marcus Fernandes, no Campus de Bragança da UFPA. Haviam-no achado na estrada e o levaram para o laboratório, no momento eu não estava com minha câmera, peguei o celular e fiz essas fotos. Consegui fazer o registro mas com pouca qualidade de imagens, mas ficou a lição "SEMPRE LEVAR A DIGITAL". Sobre o animall em questão, trata-se de um tipo de TAMANDUÁ da espécie Cyclopes didactylus, possui hábitos noturnos e alimenta-se de insetos, seu prato preferido são ovos de formiga. Fiquei sabendo que no dia seguinte ele havia amanhecido morto, pois estava machucado afinal foi encontrado na estrada, algum veículo deve tê-lo atropelado.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

NA JANELA


Em uma quente tarde de novembro, eu conversava com minha mãe e Nelma em meu quarto. Lentamente como uma vizinha fofoqueira, ficou em minha janela este delicado ser alado, dando-nos a impressão de escutar nossa conversa. Anartia jatrophe é a espécie dela, de hábito diurno é muito frequente aqui nas Américas, sua ocorrência tem preferência por lugares que tenha água.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

MAQUETES 2010 RIO CAETÉ










Mais uma vez fui surpreendida pelos alunos do turno da noite. Alunos da EEEFM Rio Caeté que durante o dia trabalham e cuidam de seus filhos, pouco tempo encontram para dedicar-se aos estudos, porém mesmo assim deram conta do recado. Apresentaram as já conhecidas maquetes de células, explicando as funções de suas organelas. Fiquei satisfeita.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

REINO VEGETAL

Para uma bela quarta-feira marquei avaliação com minha turma da 6ª série D da EEEFM Padre Luiz Gonzaga, em relação ao conhecimento quanto ao Reino Vegetal, dividi os grupos entre Algas, Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas. Na semana seguinte fui assistir as apresentações e confesso que superaram minhas expectativas. Inovaram, usaram novas tecnologias e até paródia fizeram. Esse grupo da foto cantou uma paródia muito instrutiva sobre as Gimnospermas, que pode ser conferida em video na aba videos indicados. Basta clicar na foto.

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

RAMPHOCELUS SP

 
Também conhecida como Bico-de-prata, a pipira é uma ave da fauna brasileira. As fêmeas são pardas e os machos parecem ser todos pretos, porém ao serem fotografados ou observados com muita atenção consegue-se ver o vermelho do peito. Essa foto foi feita em uma árvore do jardim da EEEFM Padre Luiz Gonzaga, no instante em que eu regava as plantas, tratava-se de um filhote que chamava pela mãe, que encontrava-se em outro galho, por isso não consegui fotografa-la. Possuem hábitos alimentares granívoros e ocorrem em grupos de aproximadamente 15 indivíduos.

sábado, 13 de novembro de 2010

ENTRE FORMIGAS E LAGARTAS

 Formigas e lagartas.
Eu e a turma do 3º ano da EEEFM Padre Luiz Gonzaga estavamos nas ruas da cidade de Bragança buscando umas amostras para nosso trabalho da Mostra Científica da escola, quando nos deparamos com um tronco em frente a uma casa e antes que eu sentasse nele para descansar, observei que haviam ali lagartas e formigas. Achei o fato curioso, pois as formigas não predavam as lagartas, o que é um comportamento esperado das formigas. Elas simplesmente chegavam próximo e afastavam-se, fiz a foto e ao chegar em casa fiquei por duas noites em frente ao Victório (meu computador), pesquisando esse comportamento no google e em uma literatura, para minha surpresa descobri que trata-se de uma glândula presente nas lagartas que elimina uma substância adocicada, por isso atrai as formigas que as confunde com seus filhotes e ao mesmo tempo alimentam-se dessa substância.
FONTES:

domingo, 7 de novembro de 2010

PTERIDÓFITA

 Um condicionador de ar
 Uma brecha
 Um vegetal
Uma Pteridófita
Banho no "chuveirão" do quintal pode nos render fotos para ilustrar aulas de Botânica. Em um momento desses, observo no condicionador de ar do quarto de minha mãe algo diferente. Quando me aproximo vejo que está fixado na parede de alvenaria um vegetal, que para minha surpresa uma pteridófita. Oportunista aproveitou-se da umidade e da sombra, que o quarto proporciona, que é quesito básico para sua ocorrência e lá mesmo germinou. Provando assim que a vida ocorre em todos os lugares da mais diversa forma.
A palavra pteridófita vem do grego pteridon, que significa 'feto'; mais phyton, 'planta'. Pois as folhas em brotamento apresentam uma forma que lembra a posição de um feto humano no útero materno.
Ao longo da história evolutiva da Terra, as pteridófitas foram os primeiros vegetais a apresentar um sistema de vasos condutores de nutrientes. Isso possibilitou um transporte mais rápido de água pelo corpo vegetal e favoreceu o surgimento de plantas de porte elevado. Além disso, os vasos condutores representam uma das aquisições que contribuíram para a adaptação dessas plantas a ambientes terrestres.

FONTES:
http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos4/biopteridofitas.php
http://www.algosobre.com.br/biologia/pteridofitas/pagina-2.html

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

TRACHYCEPHALUS VENULOSUS

 

Mexendo em meus arquivos digitais, encontrei esta foto que a muito tempo estava esquecida. Foi uma excursão que participei em 2008, pela EEEFM Mário Queiroz do Rosário onde lecionava na época, para a nascente do rio Cereja aqui em Bragança-Pará. Andando dentro d'água, atolando na lama e nadando em rios com calça jeans, não perdi o foco da missão que na ocasião era fazer o registro fotográfico da atividade. Buscando apoio para não molhar "Maria Olympia" minha câmera na ocasião, me segurei em uma árvore e para minha surpresa eu não era a única a me apoioar.
Encontrei esse batráquio da espécie Trachycephalus venulosus, logo ele tornou-se modelo fotográfico para mim.
Os anuros (sapos, rãs e pererecas) são chamados os anfibios que não possuem cauda. Os sapos possuem as glândulas parótidas (estrutura de defesa) bem desenvolvida atrás dos olhos. As rãs não possuem as parótidas bem desenvolvidas, porém possuem as patas com membranas entre os dedos. A pererecas não possuem as parótidas desenvovidas também como as rãs, mas possuem ventosas nos dedos.
Quanto a beijar sapos para encontrar principes/princesas isso é uma outra história. 
FONTES:

terça-feira, 26 de outubro de 2010

HOYA CARNOSA

 Flor-de-cera como é conhecida, é uma trepadeira.
 Botões com flores fechadas.
 Flores com pétalas macias que lembram veludo.
 Detalhes da maciez da pétala.

 Minhas visitas à casa de minha avó Micas, muito me alegra quando a encontro disposta a mostrar-me seu jardim. Entre tantas plantas, essa trepadeira despertou minha atenção. Primeiro os botões fechados, depois a maciez das pétalas que a princípio confundi com flores artificiais. Beleza única, a qual levou-me fazer algumas mudas para plantar nas escolas em que trabalho.
Hoya carnosa é uma trepadeira originária da Austrália e China, sua aparência como se fosse feita de porcelana é que dá o nome popular de flor-de-cera.
Nome popular: Flor-de-cera; Cerinha.
Nome científico: Hoya carnosa.
Família: Asclepiadaceae.

 

terça-feira, 19 de outubro de 2010

RAÍZES

Raiz Axial
Turma da 6ª série com a planta para analisar o tipo de raiz.
Alciane e Tayná compenetradas analisando a raiz
Pelo olhar Luiz Gabriel chegou a uma conclusão.
Anderson feliz da vida com a descoberta.
Raiz Fasciculada.
Provocar a sensação satisfatória da descoberta foi um sentimento que invadiu meu ser na última quarta-feira dia 13/10/2010 na EEEFM Padre Luiz Gonzaga, onde leciono Ciências para as duas 6ª séries do Ensino Fundamental. Pedi ao meus pequenos que fossem até o espaço atrás da quadra de esporte para arrancar as plantas ( MATOS) e que trouxessem até a sala de aula para analisarmos e identificarmos os tipos de raíz que as constituiam, junto ao material didático. O resultado foi inesperado, empolgados como as fotos mostram, logo perguntaram se na aula seguinte eles iriam brincar de pesquisadores novamente. E minha resposta não poderia ser outra. Sim!
Aceito sugestões de aula prática. Podem postar aqui ou deixar seus contatos.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CANA-DA-ÍNDIA

 No meio do jardim entre tantas outra o vermelho me chamou atenção.
 Contraste de vermelho com amarelo nas pétalas.
 A mesma em outro ângulo
 Apenas 30 cm de formosura.
Conhecida como Cana-da-Índia, essa planta me surpreendeu por ser tão pequena e já apresentar flor. Na EEEFM Padre Luiz Gonzaga onde juntamente com alunos cuido do jardim, somos vez ou outra surpreendidos assim. Na escola, há várias outras plantas dessa espécie de tamanho maior e com flores, mas a graça dessa está em seu tamanho. 
Da família Cannaceae, recebe outros nomes populares como cana-índica, cana-da-índia, beri, bananeirinha-da-índia, bananeirinha-de-jardim, biri. Se adapta bem ao sol e é importante que esteja fixa no solo rico em matéria orgânica.
FONTES: 

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

SCINAX RUBER

Discreta! Mas nem tanto, eu enxerguei.
Encolhida, quase passa despercebida.
Havia esquecido onde estavam guardadas essas fotos. Lembro que as fiz em Bacuriteua, quando ainda estava lotada na EEEFM Maria de Nazaré Cezar Pinheiro. Ao adentrar à sala dos professores, me deparo com esta rã encolhida no armário. Saquei Maria Benedita e olha aí o close da "estrela". Os biólogos Profº Dr. Ulisses Caramaschi e Profº Dr. Reginaldo Assêncio Machado, ajudaram-me a identificar a espécie que trata-se de um exemplar  Scinax ruber
Os anfíbios são de relevante importância nas cadeias e teias alimentares. Controlam a população de insetos, além de serem indicadores biológicos e ambientais. Possuem fecundação externa, ou seja, o espermatozóide penetra o óvulo fora do corpo do animal, sendo assim necessário que a reprodução ocorra na água.

COMPARTILHE

EDUCA TUBE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

MEU CANAL

Loading...

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters