"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

PIRARUCU








   
Um dos mais conhecidos peixes da Amazônia o Pirarucu Arapaima gigas Cuvier, 1817 está sendo estudado na UFPA- Campus de Bragança pela aluna do IECOS Marcela Gabbay que me recebeu muito bem posando e permitindo essas fotos em seu tanque de pesquisa. Ela desenvolve estudo da "Avaliação e desenvolvimento de probioticos para Pirarucu". Maiores informações entre em contato com Marcela Gabbay.
Curiosidade desse animal é que sua bexiga natatória funciona como pulmões para a respiração aérea, além do macho proteger a prole em torno de seis meses. Essa natureza me fascina cada vez mais.
 

4 comentários:

  1. Além dessas informações, é uma delícia preparado "à casaca"; mas, sua captura deve ser quando atingir o tamanho mínimo de 1,5 metro (?), já adulto. Interessante também é que o nome pirarucu tem origem indígena: pira, "peixe", e urucum, "vermelho".

    Não à pesca pedratória!

    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lela! Passei para minha visita tradicional e para deixar um abraço ao seu excelente trabalho junto aos alunos e junto aos leitores dese blog rico de conteudo e boa informação.
    O blog está cada vez melhor, Parabéns sinceros!
    Paraônicamente
    Franz

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelas informações, mas sempre temos algo a acrescentar, também faço uma pesquisa sobre esse Magnifico peixe, a cada dia me fascina mais. tenho 2 dois laboratórios contendo 6 e 8 caixas consecutivamente, e estou montando um outro laboratório com 20 caixas, pois estou com 1 casal desovando e dentre as 26 matrizes consegui formar mais 2 casai que esse ano espero ter uma produção de 25.000 a 30.000 alevinos. Minha angustia é de não morar próximo a bacia hidrográfica desse gigante pois queria inserir na natureza todo ano 15.000 alevinos pois me assusta só de pensar que esse extraordinário peixe poderá desaparecer da natureza.
    vai em frente com suas pesquisa, vamos junto dar a esse fóssil vivo mais oportunidade de sobrevivência. para ver meu trabalho, acesse no youtube: vagner soares de oliveira pirarucu meu e-mail. pirarucumais@gmail.com

    ResponderExcluir

COMPARTILHE

EDUCA TUBE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

MEU CANAL

Loading...

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters