"A principal meta da educação é criar homens que sejam capazes de fazer coisas novas, não simplesmente repetir o que outras gerações já fizeram. Homens que sejam criadores, inventores, descobridores. A segunda meta da educação é formar mentes que estejam em condições de criticar, verificar e não aceitar tudo que a elas se propõe." (Jean Piaget)

Google Translate
ArabicBlogger Tips And Tricks|Latest Tips For BloggersFree BacklinksBlogger Tips And Tricks Korean Japanese Chinese Simplified Russian Portuguese
English French German Spain Italian Dutch

quinta-feira, 17 de junho de 2010

BRAGANÇA AMADA


Frente da cidade
Cartão postal
O rio Caeté
Pescadores
 
Me senti altamente motivada a fazer esta postagem após receber um comentário em meu blog e ver uma postagem  no blog do amigo o professor Eric Siqueira a respeito da cidade de Bragança- Pará. Então aqui peço desculpas e licença aos que acessam meu blog em busca de informações sobre biologia, para esta postagem em declaração de amor a minha terra.
Segundo http://www.braganca.tur.br/content/view/13/31/, Bragança foi o primeiro pólo de ocupação européia da Amazônia e é a segunda cidade mais antiga do Pará. Sua história começa no século XVI, quando suas terras foram alvo de disputa entre duas famílias: a do então Governador Geral do Brasil, Gaspar de Souza, e de Francisco Coelho de Carvalho. A briga só terminou depois que a corte portuguesa deu a posse das terras ao herdeiro de Gaspar de Souza, Álvaro de Souza, que fundou, à margem direita do rio Caeté, o que seria o primeiro núcleo habitacional de Bragança.
Por causa das dificuldades de comunicação com Belém, Álvaro de Souza mudou a sede para o lado esquerdo do rio, onde hoje está localizada a cidade de Bragança.
Antes de se tornar município, Bragança era um povoado chamado Vila Cuera. Em 1753, foi transformada em freguesia, com o nome de Nossa Senhora do Rosário. Um ano depois, a freguesia foi elevada à categoria de vila, com o nome de Vila Nossa Senhora do Rosário de Bragança. Cem anos depois, em 1874, tornou-se cidade por decreto do então presidente da Província, Tenente-coronel Sebastião do Rego Barros.

11 comentários:

  1. Vc, sabe essa ultima foto, quando criança eu tomei banho quando formava tipo banco de areia, ai que saudade.

    ResponderExcluir
  2. Nossa,que fotos lindas,qta saudade!!
    gostei mto.

    abraços.

    Nelma

    ResponderExcluir
  3. profª otimas fotos.muito bela.é a educação profissional rumo a cidadania.

    ResponderExcluir
  4. Já votei. Lindas fotos.
    Eric

    ResponderExcluir
  5. Fotos maravilhosas de Bragança...Cidade abençoada...com tantas belezas naturais...Parabéns Professora Daniela Torres pelas fotos...

    ResponderExcluir
  6. Bragança é linda! Estive tão próximo... em Tracuateua (o Lago Santa Teresa é maravilhoso) mas não foi possível ver a beleza da cidade que as suas fotos retratam, Professora Daniela.

    Parabéns pelas lindas fotos!

    ResponderExcluir
  7. Dani, linda tuas fotos, gostaria de saber como faço para salvar uma destas fotos de Bragança, belissimas, para definir como plano de fundo em meu computador, claro que com o teu consentimento.
    Um grande abraço!
    Milena felipe

    ResponderExcluir
  8. Imagens que me querem fazer imaginar como foram nos seus primeiros dias após a chegada das poucas famílias dos marinheiros portugueses de Bragança que se embrenharam na floresta e dela sobreviveram ao calor abafado e às defesas da floresta: malária, febre amarela, dengue, animais peçonhentos,carapanãs, onças, jacarés e etc..
    Tiveram que preparar a terra virgem para a produção de alimentos - plantação e criação de animais. Foram verdadeiros heróis anônimos para muitos em especial para os nossos historiadores que nem sequer fazem a referência devida de exaltação exceto às 21 famílias de marinheiros que formaram Belém!
    Esses verdadeiros heróis do Brasil! Assim foi
    em Bragança, Barcarena, Óbidos, Viseu, Alenquer, Santarém e demais Cidades onde havia os prováveis portais da Amazônia para defende-la dos Invasores!
    Hoje com toda a tecnologia e Instituições caras, nem de perto conseguimos barrar a travessia de animais silvestres, drogas, gado roubado, contra-bando e etc,,,
    Salve todas as cidades ribeirinhas e suas pobres mas, resignadas famílias de marinheiros que deixaram a sua Bragança, Belém, Viseu, Santarem, Obidos etc...para criarem as nossas sem qualquer conforto de infra-estrutura! Claro que eram pobres para aceitarem tal empreitada!
    Deus vos tenha em vosso devido lugar Heróis e Heroínas! Todos estes desconhecidos estão no meu grato coração!
    Forte abraço e parabéns pelas belas fotos que nos oferece de graça!
    @tovaga

    ResponderExcluir
  9. Lindas fotos, Daniela; posso levar uma delas lá para o NaMiradoLeitor? É claro que ela indicará a sua postagem e autoria do clic-clic-clic que produz tanta boniteza visual.

    Quando passar novamente por Belém darei um jeitinho de visitar a saudosa Bragança paraense; se estiver aí, que tal combinarmos um almoço e uma visita às escolas nas quais desenvolve o seu dedicado trabalho de educadora?

    ResponderExcluir
  10. Muito boas as fotos Dani! Você tem a fotografia na alma! Abç!

    ResponderExcluir

COMPARTILHE

EDUCA TUBE

ONDE ESTÃO AS BALEIAS E OS GOLFINHOS?

Postagens populares

MEU CANAL

Loading...

LELA ORCA NAS REDES SOCIAIS

MAPA DOS SEGUIDORES DE LELA ORCA NO TWITTER

PAÍSES QUE ACESSAM DESDE 28/10/2011

free counters